Banda netcat lança álbum como um módulo do kernel Linux

O trio netcat1 mistura violoncelo, sintetizador e percussão, e acaba de lançar um álbum no formato de um módulo do kernel. É isso mesmo – além de outros formatos tradicionais, você pode ouvi-lo se compilar o módulo, que cria um dispositivo chamado /dev/netcat, aí é só dar o comando cat /dev/netcat | ogg123 - e as músicas (cujos dados vêm incluídos no fonte) começam a tocar. (via www.linux.com - “Band Releases Album as a Kernel Module | Linux.com”)

 
  1.  Sim, o site dos caras tem o formato de uma man page.

O artigo “Banda netcat lança álbum como um módulo do kernel Linux” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Canonical adota continuidade do desenvolvimento do kernel Linux 3.13

O kernel Linux 3.13.11 foi lançado há poucos dias e marcou o fim do desenvolvimento originalmente previsto para o Linux 3.13, uma vez que o Linux 3.14 já está disponível – mas o Ubuntu 14.04, recém-lançado, usa a versão 3.13 do kernel, e essa versão da distribuição terá que ser suportada oficialmente pela Canonical por anos, já que é uma versão LTS (Long Term Support).

Assim, a Canonical tomou a decisão necessária: vai dedicar equipe e recursos à continuidade da manutenção do kernel 3.13, na intenção de mantê-la até abril de 2016. O código-fonte das versões e atualizações será publicado em kernel.ubuntu.com, como de hábito. (via www.phoronix.com - “[Phoronix] Canonical Is Taking Over Linux 3.13 Kernel Maintenance”)

O artigo “Canonical adota continuidade do desenvolvimento do kernel Linux 3.13” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

SEP Software recebe certificação Oracle Linux

Enviado por Wilians Geminiano (wgeminianoΘfontemidia·com·br):

“SEP Software recebe certificação Oracle Linux

Anúncio acompanha as inovações do Linux e atende à demanda do mercado por soluções de backup e recuperação de dados para ambientes complexos e heterogêneos de TI

A SEP Software, especialista em software para gerenciamento de armazenamento, backup e recuperação de dados, que possui seus produtos distribuídos no Brasil pela EsyWorld, acaba de receber certificação Oracle Linux e Oracle Unbreakable Enterprise Kernel Release 3 para seu produto SEP Sesam, o que garante aos usuários uma solução única de backup e de recuperação de desastres para empresas de todos os tamanhos com ambientes heterogêneos de TI.

“A certificação atende aos usuários brasileiros dos produtos Oracle que buscam uma solução de backup e recuperação de dados que atue em ambiente de TI complexos, que combinasse eficiência com a facilidade de uso”, comenta Luis Rogério Moraes, CEO da EsyWorld. “O Linux é muito forte no ambiente corporativo por suas características de segurança e possibilidade de customização e a certificação atende às necessidades de nossos clientes brasileiros dos produtos Oracle”, acrescenta o executivo.

Segundo Bob Orosco, diretor Regional de Vendas na América Latina da SEP Software, as soluções Linux da Oracle oferecem os recursos necessários para que os clientes possam obter maior eficiência e controle sobre suas cargas de trabalho críticas para os negócios. “O Oracle Linux 6.5 e o Unbreakable Empresa Kernel Release 3 trazem as últimas inovações para atender ao mundo Linux, proporcionando extremo desempenho, escalabilidade avançada e confiabilidade para aplicações empresariais críticas. As versões fornecem uma série de melhorias de escalabilidade e estabilidade, bem como novas funcionalidades. O nosso SEP Sesam acompanha esta evolução”, afirma o executivo.” [referência: ttp:]

O artigo “SEP Software recebe certificação Oracle Linux” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Unicórnio Utópico: Ubuntu 14.10 já tem nome

Mark Shuttleworth, o ditador benevolente perpétuo do projeto Ubuntu, anunciou: o Ubuntu 14.10 vai se chamar Utopic Unicorn. A versão que sai no próximo mês de outubro deve suceder (para quem não se fixar na versão atual, que é LTS) o recém-lançado Ubuntu 14.04. (via www.phoronix.com - “[Phoronix] Ubuntu 14.10 Is Codenamed The Utopic Unicorn”)

O artigo “Unicórnio Utópico: Ubuntu 14.10 já tem nome” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Entrevista: Acessibilidade na web deve ser prioridade, diz W3C

Via info.abril.com.br:

Em tempos de aprovação e comemoração do Marco Civil da Internet e discussão sobre direitos e deveres na web, pouco se fala sobre conteúdos acessíveis para todos os brasileiros. 

Dados do último censo do IBGE de 2010 apontam que 24% da população brasileira tem alguma das deficiências pesquisadas (visual, auditiva, motora e cognitiva). Ou seja, uma grande parcela da população tem problemas em ver uma imagem ou escutar um áudio na web.

Um exemplo da falta de investimentos no Brasil é a constatação de que apenas 2% das páginas “gov.br” são acessíveis, segundo uma pesquisa do W3C. INFO entrevistou Reinaldo Ferraz, desenvolvedor do W3C, para entender como o país vem melhorando o acesso à internet para deficientes.

O artigo “Entrevista: Acessibilidade na web deve ser prioridade, diz W3C” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

LibreOffice Magazine 10

Enviado por Eliane Domingos de Sousa (revistaΘlibreoffice·org):

“É com imenso orgulho que a Comunidade LibreOffice Brasil anuncia o lançamento da edição 10 da revista LibreOffice Magazine, que tem como tema de capa: LibreOffice nas Universidades - UFRJ e Arapoti.

” [referência: wp.me]

O artigo “LibreOffice Magazine 10” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

A pequena andina e o Feliz Dia da Múmia

Enviado por Cícero Moraes (cogitas3dΘgmail·com):

“Caros amigos, esse post descreve o processo de reconstrução facial digital de uma múmia andina. Tudo efetivado com software livre.

O trabalho foi feito especialmente para o Feliz Dia da Múmia! 3, que será realizado no Museu Egípcio e Rosacruz, em Curitiba-PR dia 17 de maio de 2014. Já ficam aqui dois convites, um para lerem o post e outro para participarem do evento (entrada gratuita). Um grande abraço!” [referência: ciceromoraes.com.br]

O artigo “A pequena andina e o Feliz Dia da Múmia” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Palestra Gratuita Online - CCNA Security e a Carreira de Segurança da Cisco

Enviado por Alexei C Tavares (alexeiΘdltec·com·br):

“A DlteC do Brasil irá realizar nessa sexta-feira (25/04/2014) mais um webminar gratuito. A palestra online é gratuita e irá discutir alguns temas pertinentes sobre o CCNA Security e a carreira de segurança da Cisco.

Temas abordados: - Visão geral da carreira de segurança da Cisco (CCNA, CCNP e CCIE Security) - Visão geral da certificação CCNA Security 640-554 ( conteúdo, equipamentos abordados e modelos de questões) - Curso CCNA Security da DlteC e pacotes promocionais - Metodologia e proposta de estudo da DlteC - Espaço para perguntas

Data: 25/04/2014 Horário: 15:00-16:00 (horário de Brasília GMT-3) Local: Online Valor: Grátis” [referência: dltec.com.br]

O artigo “Palestra Gratuita Online - CCNA Security e a Carreira de Segurança da Cisco” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Mandriva e Linux Solutions firmam parceria

Enviado por Paulo Oliveira (comercialΘlinuxsolutions·com·br):

“A Mandriva SA, líder europeia em soluções open source firma parceria com a Linux Solutions.

Mandriva A Mandriva SA, líder europeia em soluções open source firma parceria com a Linux Solutions para distribuição e a integração de serviços dos produtos: Pulse2, Mandriva Business Server e Mandriva Class.

Linux Solutions é a líder em consultoria, serviços e soluções baseadas na plataforma Linux, há 15 anos oferece um vasto conjunto de programas integrados e de alta qualidade técnica. Ao longo de sua existência realizou mais de 150 projetos e atendeu mais de 100 clientes. Também treinou mais de 1000 alunos. Atualmente a Linux Solutions é especializada em clusters e soluções de diversas demandas em serviços de redes TCP/IP, tais como arquivos, e-mail, firewall, roteamento, proxy, entre outros.” [referência: linuxsolutions.com.br]

O artigo “Mandriva e Linux Solutions firmam parceria” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Linuxfx lança a versão 7 do seu sistema operacional

Enviado por Rafael Wagner (rafaelΘlinuxfx·org):

“A equipe de desenvolvimento do Linuxfx tem o prazer de anunciar o lançamento da versão 7 do sistema operacional Ghost. Manter a versão 6 estava muito difícil, tendo em vista que a maioria dos usuários do Linuxfx não tem muito conhecimento sobre o como instalar pacotes ou mesmo atualizar o sistema, demandando muto suporte para manter a versão anterior que já acumulava dois anos de poeira.

O Linuxfx é baseado em Debian + KDE, compilado com todas as ferramentas básicas para internet, multimídia e escritório. Atualização automática dos aplicativos e do sistema também é um diferencial importante para usuários que não possuem muito conhecimento sobre a plataforma Linux.

O Linuxfx é o alicerce para a plataforma Sentinela3, um sistema de segurança completo para condomínios e residências, que provê biometria digital, facial e ocr para leitura de placas no padrão do Detran brasileiro. Saiba mais sobre o sistema Sentinela no portal do Linuxfx. Por favor, veja as notas de lançamento e as especificações técnicas da versão 7 no portal do Linuxfx (www.linuxfx.org) ou no sourceforge (https://sourceforge.net/projects/linuxfxdevil/)

Atenciosamente: Equipe de desenvolvimento do Linuxfx, Equipe de desenvolvimento do Sentinela3.” [referência: linuxfx.org]

O artigo “Linuxfx lança a versão 7 do seu sistema operacional” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Como salvar a configuração do brilho da tela no Ubuntu 14.04

Enviado por Edivaldo Brito (edivaldobezerraΘgmail·com):

“Os usuários de laptops ainda tem a questão da luz de fundo no Ubuntu 14.04. Infelizmente, toda vez que o Ubuntu inicia, ele coloca o brilho da tela no nível máximo. A boa noticia é que existe uma solução para isso.

Basicamente, será preciso informar ao sistema qual o nível de brilho que você quer que ele inicie. Você irá adicionar um comando em um script de inicialização que irá ajustar automaticamente o brilho da tela quando o Ubuntu iniciar. Mas atenção! Esta é apenas uma solução alternativa, não é a solução do problema e portanto, não é definitiva.” [referência: edivaldobrito.com.br]

O artigo “Como salvar a configuração do brilho da tela no Ubuntu 14.04” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Como Instalar o Ubuntu After Install no Ubuntu 14.04 e derivados

Enviado por Edivaldo Brito (edivaldobezerraΘgmail·com):

“Se depois que instalou o Ubuntu 14.04, você sentiu que está faltando algo, instale o Ubuntu After Install para resolver isso.

Ubuntu After Install instala uma extensa coleção de programas no Ubuntu que tornam seu desktop mais completo, seja para usá-lo em casa, empresa ou organização. Para ter uma ideia, ele pode instalar os seguintes programas/utilitários: Ubuntu Restricted Extras video codecs e Plugin Flash, Medibuntu para reprodução de DVD, Gnome Tweak Tool/MyUnity/Unity Tweak Tool (dependendo da versão do Ubuntu), Faenza Icon Theme, XScreenSaver, My Weather Indicator, Calendar Indicator, Google Chrome, LibreOffice, Skype, DropBox, VLC, XBMC, GIMP, Darktable, Inkscape, Scribus, Samba, PDF Mod, SSH Server, Vinagre, FileZilla, OpenShot, Kdenlive, Handbrake, Audacity, Steam, KeePassX, Shutter e muitos outros programas. Mas o mais importante é que é você quem escolhe o que deverá ser instalado.” [referência: edivaldobrito.com.br]

O artigo “Como Instalar o Ubuntu After Install no Ubuntu 14.04 e derivados” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Antergos - Um Arch Linux para novos usuários

Enviado por Ricardo Ferreira Costa (linuxdescomplicadoΘgmail·com):

“Antergos é um sistema operacional moderno, elegante; baseado no Arch Linux. Ele começou a vida com o nome de Cinnarch, uma mistura do ambiente gráfico Cinnamon com a distribuição Arch Linux.

Contudo, o projeto alterou seus objetivos iniciais e agora oferece uma escolha de vários desktops, incluindo GNOME 3 (por padrão), Cinnamon, Razor-qt e Xfce. Além disso, o Antergos inclui seu próprio método de instalação via interface gráfica.” [referência: linuxdescomplicado.com.br]

O artigo “Antergos - Um Arch Linux para novos usuários” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Sancionado o Marco Civil da Internet

Enviado por Éder S. G. (Jordan) (edersgΘvm·uff·br):

“A Presidente da República sancionou na manhã desta quarta-feira (23), durante a cerimônia de abertura do evento NETMundial, o Marco Civil da Internet. A conferência, que reúne representantes de mais de 80 países em São Paulo, discute o futuro da governança da internet. (…)” [referência: folha.uol.com.br]

O artigo “Sancionado o Marco Civil da Internet” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

6as. Jornadas gvSIG de Latinoamérica e Caribe

Enviado por Alvaro Anguix (aanguixΘgvsig·com):

“De 7 a 9 de maio próximos, terão lugar em São Paulo (no Centro de Convenções Frei Caneca) as 6as. Jornadas gvSIG de Latinoamérica e Caribe. O gvSIG é um software livre da área de geotecnologias, e a comunidade de seus usuários e desenvolvedores compartilha os valores de livre circulação do conhecimento e da prática do trabalho colaborativo. Dessa oportunidade, as Jornadas acontecerão no bojo da MundoGeo Connect Latin America 2014, o maior evento de geomática do continente no ano que corre. Mais informações em: [blog.gvsig.org/…] Inscrições em: [gvsig.org/…] (obs. importante: vagas limitadas). Contamos com sua presença no evento e com a colaboração na sua divulgação. Atenciosamente, gvSIG Association” [referência: blog.gvsig.org]

O artigo “6as. Jornadas gvSIG de Latinoamérica e Caribe” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

LibreSSL: desenvolvedores do OpenBSD consideram impossível consertar o OpenSSL na origem, e batizam seu fork

Nova lei do software livre: ao fazer fork de um projeto cujo nome tem o prefixo Open, deve-se adotar o prefixo Libre. Ao menos é o que alguém com tendência à generalização poderia inferir se a amostra de forks fosse composta apenas pelo do OpenOffice e do OpenSSL.

Além de assumir que seu trabalho iniciado após o bug Heartbleed é um fork, e de definir um nome para seu fork, os desenvolvedores do OpenBSD – representados pelo fundador do projeto – também fizeram alguns comentários, inclusive relatando terem rapidamente extirpado metade do código-fonte original, que era composto basicamente de sobras que não foram descartadas.

Outro comentário vindo da mesma origem é que a cultura do projeto OpenSSL não é compatível com a manutenção da clareza da base de código, necessária em projetos relacionados a segurança e criptografia. (via lwn.net - “OpenSSL code beyond repair, claims creator of “LibreSSL” fork (Ars Technica) [LWN.net]”)

Enviado por Nicolas Wildner (nicolasgauchoΘgmail·com):

“Após o anúncio do bug do Heartbleed e a notificação de que os membros do OpenBSD estariam fazendo uma faxina/chacina em pedaços do código-fonte original do OpenSSL, esta limpeza gerou um novo projeto batizado de LibreSSL” [referência: libressl.org]

O artigo “LibreSSL: desenvolvedores do OpenBSD consideram impossível consertar o OpenSSL na origem, e batizam seu fork” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

KDE 4.13

Enviado por Filipe Saraiva (filipeΘkde·org):

“E foi disponibilizado o KDE 4.13, um lançamento que pode ser considerado dos mais “magrinhos” da série KDE 4.x, visto que as novidades estão concentradas principalmente nas aplicações. O motivo disso é que os desenvolvedores do KDE estão trabalhando nas novas gerações do ambiente de trabalho Plasma - o Plasma Next, previsto para 17 de junho - e da KDElibs - o KDE Frameworks 5, previsto também para junho.

Apesar disso, não pense que o release tem poucas novidades - pelo contrário! Abaixo destacamos algumas.

Mesmo com a plataforma de desenvolvimento congelada, foi introduzida uma pesquisa semântica melhorada - chamada Baloo -, que mostrou um desempenho muito melhor que o antigo Nepomuk. Muitos softwares que utilizavam o Nepomuk já foram migrados para o Baloo.

Essa funcionalidade trouxe melhor desempenho para as ferramentas do pacote Kontact, em especial ao KMail - que agora também conta com suporte ao armazenamento na nuvem, com backends para diversos serviços (Dropbox, Box, KolabServer, YouSendIt, UbuntuOne, Hubic e WebDAV - suportada pelo ownCloud), e melhorias do suporte a Sieve.

O leitor de documentos Okular ganhou suporte a abas e a rederização do PDF agora utiliza as dimensões DPI do monitor, melhorando a qualidade do documento apresentado - principalmente para as figuras. Já o Kate conta com uma nova barra de status, destaque animado entre parênteses, melhorias nos plugins para desenvolvimento em Python e plugin de compilação, e um novo auto-complete, mais inteligente.

Há um novo software do pacote KDEedu, o Artikulate - voltado para o aprendizado de pronúncia de idiomas. Há também um novo componente para criação de gráficos matemáticos, o kqtquickcharts. O Palapeli ganhou suporte para resolução de quebra-cabeças com mais de 10.000 peças.

O Cantor ganhou suporte ao editor de scripts para os backends do Scilab e Python 2, bem como suporte ao auto-complete provido pelo Kate. KStars agora tem uma interface de programação com API para serviços web, e o Marble agora apresenta posição dos astros, suporte à gravação de viagens virtuais, e melhorias a trajetos ciclísticos e suporte à arquivos de milhas náuticas.

Existem muitas outras novidades para outras aplicações. Leia as notas do release, já traduzidas para o português, na página de lançamento do KDE 4.13.” [referência: kde.org]

O artigo “KDE 4.13” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

RC1 do OpenMandriva Lx 2014

Enviado por Diogo Travassos (diogotrcΘgmail·com):

“O codinome Phosphorous burns remete perfeitamente à otimização de velocidade feita nesse lançamento. Esse RC também conta com atualização para a versão estável mais recente do Kernel Linux e KDE 4.12.4.

O suporte ao boot UEFI é outro ponto que foi bastante trabalhado nessa versão.

Temos Várias atualizações de pacotes, como o LibreOffice 4.2.3.3, que, para combinar com o sistema, teve um ganho surpreendente de velocidade.

Se puder, conte-nos sobre bugs em [issues.openmandriva.org/…].” [referência: https:]

O artigo “RC1 do OpenMandriva Lx 2014” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Programadores C: Oportunidade de trabalho na Dígitro Tecnologia, em Florianópolis

Enviado por Fernanda (fernanda·jardimΘdigitro·com·br):

“Profissional para atuar com desenvolvimento em linguagem C.

Formação: Curso Superior em andamento ou concluído. Atividades: Desenvolvimento em C. Experiência: em análise e desenvolvimento de sistemas. Conhecimento avançando em linguagem C.

Vaga para atuação em Florianópolis/SC. Os interessados deverão cadastrar-se em nosso site. (Código: C)” [referência: portaldigitro.com.br]

O artigo “Programadores C: Oportunidade de trabalho na Dígitro Tecnologia, em Florianópolis” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

DevCamp: 2o. lote até 27/4 - Aproveite!

Enviado por DevCamp (mktΘdextra·com·br):

“O 2o. lote de inscrições no DevCamp vai até dia 27/abril! Aproveite! A grade do evento está completa e cheia de novidades. Muito conteúdo de primeira tratando de assuntos inovadores de desenvolvimento de software. Faça sua inscrição agora! [devcamp.com.br/…]” [referência: devcamp.com.br]

O artigo “DevCamp: 2o. lote até 27/4 - Aproveite!” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original