Cianet lança e-book que explica como obter a licença SeAC para TV por assinatura

Enviado por Cristine (cristineΘdialetto·com·br):

“Este é o segundo material educativo gratuito lançado pela empresa com o intuito de facilitar a tomada de decisão pelos provedores de internet

A Cianet, empresa que atua com soluções para provedores de internet, TV e telefonia, acaba de lançar o e-book “Como obter SeAC para operações de TV por assinatura”. O objetivo é levar informações sobre a licença de Serviço de Acesso Condicionado (SeAC) para os provedores de internet que queiram oferecer TV por assinatura a seus clientes. O e-book é gratuito e pode ser baixado aqui.

O SeAC faz parte de alterações recentes feitas nas regras das telecomunicações brasileiras. Hoje, para entrar no mercado de TV por assinatura, esse documento é requisitado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). “A demanda por TV fechada cresce a cada ano no Brasil. Para isso, os provedores devem ficar atentos e expandir seus negócios nesse rumo, a fim de gerarem mais receita e driblarem a concorrência, além de fidelizar clientes”, explica Ricardo May, presidente da Cianet.

Este é o segundo e-book lançado pela empresa. O primeiro, denominado “10 passos para montar uma operação de TV”, lançado em setembro do ano passado, trata dos procedimentos iniciais para os provedores que queiram ofertar TV fechada a seus clientes. “Muitos provedores querem e precisam atuar com TV, mas não sabem por onde começar. Nossos e-books estão sendo lançados com esse intuito de fornecer informações objetivas e claras aos provedores”, aponta May. Além dos materiais educativos, a empresa estreou recentemente o Blog da Cianet, que traz conteúdos sobre infraestrutura, tecnologias e tendências para provedores.” [referência: pages.cianet.ind.br]

O artigo “Cianet lança e-book que explica como obter a licença SeAC para TV por assinatura” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Curso de Elastix em São Paulo - 23 a 25/04/14 - Últimas Vagas

Enviado por Alberto Mitsuo Sato (amsatoΘinnovus·com·br):

“O curso é dirigido a profissionais que desejam adquirir em pouco tempo, conhecimento sobre a instalação, configuração e administração do Elastix, um dos produtos que está revolucionando as comunicações via Internet, utilizando os sistemas PBX IP baseados no Asterisk. O curso é no formato hands on, onde os alunos configuram 2 centrais Elastix com todas as funcionalidades e depois fazem a interligação.

Cursos programados: Telefonia IP com Asterisk - 28 a 30/04 Online; Elastix - 07 a 09/05 Belém; Elastix - 13 a 15/05 Online; Telefonia IP com Asterisk - 21 a 23/05 Curitiba; Elastix - 27 a 29/05 Curitiba e Telefonia IP com Asterisk/Elastix - 02 a 06/06 Aracaju. Contatos treinamentos@innovus.com.br.” [referência: elastixbrasil.com.br]

O artigo “Curso de Elastix em São Paulo - 23 a 25/04/14 - Últimas Vagas” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Heartbleed tem suas primeiras 900 vítimas: contribuintes tiveram dados apagados dos servidores da Receita Federal canadense

Via tecnologia.terra.com.br:

O Heartbleed teve seu ataque confirmado pelo governo do Canadá nesta segunda-feira. Segundo a Receita Federal do país, a falha permitiu aos hackers a deleção de 900 números de contribuintes. Neste primeiro momento, o Fisco está analisando os dados de o que foi apagado, que teve vítimas entre pessoas físicas e pessoas jurídicas (empresas) canadenses.

Em documento assinado pelo comissário da Receita Federal do Canadá, Andrew Treusch, a instituição afirma que fechou o site logo após o Heartbleed ser descoberto, no dia 8 de abril. Contudo, os hackers aproveitaram uma brecha que deixou o sistema no ar durante seis horas antes de ser retirado por completo.

Treusch ainda afirma que o não há indicio de roubos anteriores e que o fisco canadense enviará uma carta a cada pessoa afetada pelo ataque. A instituição ainda deixou um número gratuito para os cidadãos poderem tirar suas dúvidas.

O artigo “Heartbleed tem suas primeiras 900 vítimas: contribuintes tiveram dados apagados dos servidores da Receita Federal canadense” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Debian está votando num código de conduta para seus integrantes, incluindo banimento de ofensores persistentes

Palmas para o projeto Debian, que tem em andamento até o final do mês uma votação sobre um código de conduta para seus integrantes, que define diretrizes sobre o comportamento aceitável no âmbito do projeto e permite que administradores apliquem pena de banimento dos canais de comunicação do Debian caso hajam violações sérias ou persistentes desse código. (via lwn.net - “Debian Project voting on a code of conduct [LWN.net]”)

O artigo “Debian está votando num código de conduta para seus integrantes, incluindo banimento de ofensores persistentes” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Pesquisa da Black Duck mostra que as razões da participação das empresas nos projetos open source estão mudando rapidamente

No 8º ano da pesquisa da consultoria Black Duck sobre a adoção de desenvolvimento em código aberto nas empresas (lá fora), uma transição importante: ao contrário das antigas respostas que indicavam que o software livre era adotado porque era “barato e suficientemente bom”, agora os motivos que se destacam nas respostas são a qualidade dos produtos open source e a possibilidade de atrair e reter talentos ao se envolver com as comunidades de desenvolvedores.

Algum de vocês trabalha em uma empresa brasileira de mais de 50 funcionários cujos gestores responderiam assim? Informem detalhes nos comentários! (via readwrite.com - “The Reasons Businesses Use Open Source Are Changing Faster Than You Realize – ReadWrite”)

O artigo “Pesquisa da Black Duck mostra que as razões da participação das empresas nos projetos open source estão mudando rapidamente” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Vídeo: Melhorias do Ubuntu 14.04

Enviado por Pablo R. Dinella (ipablo·rdΘgmail·com):

“Recentemente publiquei um vídeo com os top 6 recursos do Ubuntu 14.04 (http://youtu.be/t594s0L54js) e hoje trago um vídeo destacando as melhorias menores desta versão.

São melhorias no Unity que visam o refinamento do sistema, confira:

Nos siga! - Facebook, Twitter, Google+, YouTube, RSS” [referência: linuxvlog.com.br]

O artigo “Vídeo: Melhorias do Ubuntu 14.04” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Trabalhando com planilhas: Conheça algumas alternativas ao MS Excel no Linux

Enviado por Edivaldo Brito (edivaldobezerraΘgmail·com):

“Trabalhar com planilhas é algo muito comum no dia a dia e isso não é diferente para um usuário do Linux. Se você é um desses usuários, conheça algumas opções que podem lhe ajudar nessa tarefa.

A pouco tempo, compatibilidade com pacotes de aplicativos de escritório era algo complicado no Linux. Mas com os mais recentes pacotes “office” disponíveis, isso já não é mais um grande problema, pois a diversidades de opções é muito boa, principalmente em se tratando dos editores de planilhas.” [referência: edivaldobrito.com.br]

O artigo “Trabalhando com planilhas: Conheça algumas alternativas ao MS Excel no Linux” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Gerenciamento de tarefas: Instale Todo Indicator, um Ubuntu AppIndicator para todo.txt

Enviado por Edivaldo Brito (edivaldobezerraΘgmail·com):

“Quer gerenciar suas tarefas de um jeito simples? Experimente usar o Todo Indicator, um Ubuntu AppIndicator para todo.txt.

Todo Indicator é uma AppIndicator simples que lhe permite aproveitar o poder e a simplicidade do Todo.txt. Ele exibe a lista de tarefas do arquivo Todo.txt e permite marcar tarefas como “pronto”, diretamente a partir do indicador.” [referência: edivaldobrito.com.br]

O artigo “Gerenciamento de tarefas: Instale Todo Indicator, um Ubuntu AppIndicator para todo.txt” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

GCC 4.9 RC1 traz grandes novidades

Enviado por Marcelo Soares Souza (marceloΘjuntadados·org):

“O primeiro candidato de lançamento do GNU Compiler Collection (GCC) 4.9 foi lançado após os desenvolvedores terem finalizados as correções dos problemas mais graves, e tendo agora menos de cem regressões, mais simples, a serem corrigidas. Com este lançamento o código do GCC 4.9 entrou em fase de estabilização e nenhum novo recurso deve ser adicionado.

Muitas novidades estão previstas para o GCC 4.9, incluindo suporte a API OpenMP 4.0, muitas melhorios no Link-Time Optimization (LTO) com sensível redução do consumo de memória e no tempo de compilação com novos ganhos de desempenho nos binários produzidos, aprimoramentos na Inter-Procedural Optimization (IPO) e Feedback-directed Optimization (FDO), adição de um Undefined Behavior Sanitizer complementando o Address Sanitizer, suporte a um esquema de cores para diagnostico de erros/avisos, adição do front-end Intel Cilk Plus para computação paralela multithread, suporte à novas funcionalidades do padrão ISO C11 (Atomics, Thread-Local Storage e outros), melhorias no suporte ao padrão C++1y (C++14), aprimoramentos no back-end para a arquitetura ARM 64-bit (AArch64) incluindo otimizações para processadores Cortex-A53 e Cortex-A57, adição do suporte a arquitetura ARMv7ve, suporte ao conjunto de instruções Intel AVX-512 e às arquiteturas Silvermont e Broadwell da Intel e Excavator da AMD, além de suporte ao processadores IBM POWER8.

Um novo candidato de lançamento é previsto para daqui a uma semana.” [referência: ]

O artigo “GCC 4.9 RC1 traz grandes novidades” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Civilization: Beyond Earth rodará no Linux

Enviado por Erik Chendo (qrcyenΘgmail·com):

“Próximo jogo da franquia Sid Meier's Civilization, chamado ‘Beyond Earth’, estará disponível no Linux no lançamento, previsto para este ano.” [referência: omgubuntu.co.uk]

O artigo “Civilization: Beyond Earth rodará no Linux” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Programador do Heartbleed admite "descuido" e diz que caso prova o valor do código aberto

Às 23h59 da noite de ano novo de 2011, quando você já estava prestes a dar Feliz Ano Novo para quem estava ao redor, o Dr. Robin Seggelmann, diretamente da Alemanha, enviou a alteração do projeto OpenSSL que inclui o bug que, desde a semana passada (mais especificamente, desde o dia do fim do suporte ao Windows XP – que coincidência favorável para o marketing da Microsoft…), nós conhecemos como Heartbleed, e que colocou em xeque os fundamentos práticos de boa parte da segurança das operações na Internet.

O Bom Doutor Seggelmann diz que não foi intencional, nega que a data e horário tenham relação com o bug e, a bem da verdade, o código passou pelo processo de aprovação do OpenSSL – projeto que, mais ou menos na mesma época, optou por desativar uma rotina desenvolvida no âmbito do OpenBSD que ajudaria a evidenciar rapidamente esse mesmo tipo de bug.

E o título deste post corresponde à declaração do Bom Doutor Seggelmann, conforme publicada pela CNet. Quando eu li pela primeira vez, achei que ao dizer que o caso prova o valor do código aberto ele queria dizer que acredita que o código aberto não vale nada, mas não é isso: aparentemente ele achou apropriado dizer que o bug ter sido encontrado prova o valor de código open source publicamente disponível. (via www.cnet.com - “Heartbleed coder admits 'oversight' but backs open source - CNET”)

O artigo “Programador do Heartbleed admite “descuido” e diz que caso prova o valor do código aberto” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

O Firefox OS é necessário?

No artigo ¿Es necesario Firefox OS?, o MuyLinux pergunta e já oferece a sua resposta.

Pessoalmente, acho que a pergunta mais interessante é: o Firefox OS é tão relevante para a comunidade de atuais usuários dos produtos da Mozilla quanto é necessário para a continuidade da relevância da própria Fundação Mozilla? Afinal, não tenho dúvida de que o Firefox OS é estratégico para a visão de futuro que a própria organização definiu – bem mais do que o navegador Firefox para desktop que, se a visão deles se concretizar, talvez tenha um futuro similar ao do Mozillão ou ao Thunderbird: a ida ao escanteio para preservar recursos para os produtos que realmente interessam à estratégia mozillística.

Para identificar o contexto, aponto que uma pergunta similar poderia ser feita com o mesmo interesse para outra organização que descobriu que sua popularidade (relativa) no desktop não lhe serviria muito em uma visão de futuro fortemente mobile. Ficaria assim, alterando só os personagens: o Ubuntu para tablets/celulares/TVs é tão relevante para a comunidade de atuais usuários dos produtos do Ubuntu quanto é necessário para a continuidade da relevância da própria Canonical?

Eu não sei as respostas, e o tempo se encarregará de responder, mas desconfio que ambas sejam 'não' – ambas as organizações estão em busca de outro público, bem maior que o atual.

Já quanto ao artigo do MuyLinux, o ponto de vista é ligeiramente diferente, embora compatível: o autor diz que o ritmo de evolução do navegador Firefox diminuiu, ainda que a periodicidade dos releases tenha aumentado, e que a causa seja o foco (e os recursos) transferidos para o Firefox OS, embora um navegador móvel da Mozilla e sua infraestrutura para rodar apps web como se fossem nativas pudessem (ou possam) rodar em outros sistemas operacionais livres cujos autores não competem – por recursos de desenvolvimento – contra a evolução dos produtos desktop da Mozilla. (via www.muylinux.com - “¿Es necesario Firefox OS? - MuyLinux”)

O artigo “O Firefox OS é necessário?” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Congelamento: problemas financeiros da GNOME Foundation levam a medidas drásticas

É um caso típico de ser vítima do sucesso: devido à popularidade do programa GNOME Outreach for Women (de inclusão feminina no desenvolvimento de software livre e de código aberto), que tem custos elevados e receitas não tão grandes assim, a GNOME Foundation esgotou sua reserva de caixa, situação que foi agravada pelo fato de o staff estar sobrecarregado devido à necessidade de gerir e operar o próprio programa Outreach, e de o planejamento financeiro para este ano ter tomado como base os números de anos anteriores, em que não havia essa situação.

E não estamos falando de um punhado de moedas: a rodada mais recente do programa Outreach teve ~30 participantes, com bolsas de US$ 5.000.

Administração financeira de fundações e projetos de voluntários tende a ser um processo complicado, e isso acaba de ser verificado também pela GNOME Foundation. Mas, se a situação demonstra que não houve atenção suficiente à gestão, ao menos o plano de recuperação é bastante digno: congelar todos os desembolsos não essenciais à operação da fundação, reforçar a busca de pagamentos pendentes de patrocinadores do programa Outreach e dos eventos do GNOME, e aumentar a busca de fontes de receita adicionais.

A expectativa da direção da fundação é que a situação volte ao normal em questão de meses. (via www.phoronix.com - “[Phoronix] The GNOME Foundation Is Running Short On Money”)

O artigo “Congelamento: problemas financeiros da GNOME Foundation levam a medidas drásticas” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

10 ferramentas para gerenciar sistemas/serviços Linux via web

Enviado por Ricardo Ferreira Costa (linuxdescomplicadoΘgmail·com):

“Ferramentas para gerenciar sistemas Linux via web são amplamente utilizadas para auxiliar a administração do sistema. A fim de simplificar a administração dos sistemas/serviços Linux, essas ferramentas oferecem mecanismos para facilitar a visualização de configurações, gerenciamento de softwares, processos e outros. Portanto, divulgo uma lista com 10 ferramentas com estes propósitos.” [referência: linuxdescomplicado.com.br]

O artigo “10 ferramentas para gerenciar sistemas/serviços Linux via web” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Python Software Foundation passará a aceitar que qualquer integrante da comunidade se associe

O que eu tenho visto da comunidade Python como um todo é uma síntese dos exemplos positivos de governança em projetos de código aberto, e isso está em sintonia com essa nova medida da Python Software Foundation (PSF), de passar a aceitar, gratuitamente, que qualquer interessado disposto a preencher uma ficha de inscrição e aderir ao código de conduta se torne um membro.

Em 2013, apesar do tamanho da comunidade Python, a PSF tinha apenas 200 membros. A intenção é que rapidamente eles se tornem milhares ou dezenas de milhares, tornando-a assim mais representativa da diversidade da própria comunidade cujos interesses a fundação defende. (via lwn.net - “Python Software Foundation opens membership to the entire Python community [LWN.net]”)

O artigo “Python Software Foundation passará a aceitar que qualquer integrante da comunidade se associe” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

EUA alertam bancos e operadores de infraestrutura sobre perigos do Heartbleed

Alguém que trabalhe no setor financeiro pode compartilhar conosco qual a postura oficial aqui no Brasil? Pessoalmente tenho dúvida se dá para contar com os bancos brasileiros (ou com os grandes provedores de infraestrutura) para verificar, atualizar/corrigir (se necessário) e instruir os clientes sobre a parte que cabe a eles na prevenção de exploração dos efeitos potenciais desse bug.

Leia também: Você vai precisar trocar muitas senhas nos próximos dias, veja como escolher senhas melhores - Efetividade.net.

Via tecnologia.ig.com.br:

O governo norte-americano alertou bancos, operadores de infraestrutura e outras organizações nessa sexta-feira (11) para ficar alertas em relação a criminosos que podem tirar vantagem do bug Heartbleed para roubar dados de redes vulneráveis.

Em um site para assessorar operadores de infraestruturas críticas sobre ameaças cibernéticas, o Departamento de Segurança Interna pediu que organizações informem quaisquer ataques relacionados ao Heartbleed.

O artigo “EUA alertam bancos e operadores de infraestrutura sobre perigos do Heartbleed” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Vídeos Linux - Introdução ao GIMP

Enviado por Ricardo Ferreira Costa (linuxdescomplicadoΘgmail·com):

“O Gimp é o programa de manipulação de imagens do projeto GNU. Conheça a ferramenta de edição de imagens mais badalada do mundo livre. Este vídeo é uma introdução ao uso do Gimp. Acompanhe os vídeos e participe de um curso de edição de imagens.” [referência: linuxdescomplicado.com.br]

O artigo “Vídeos Linux - Introdução ao GIMP” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Primeiro beta do PHP 5.6.0 é disponibilizado

Enviado por Marcelo Soares Souza (marceloΘjuntadados·org):

“Anunciado pela equipe de desenvolvimento do PHP o primeiro beta do PHP 5.6.0 traz as últimas novidades e marca o congelamento de adição de novas funcionalidades. Com um ciclo de desenvolvimento cada vez menor a nova versão de uma das linguagens de script mais utilizada na web traz muitas novidades, incluindo aumento do tamanho máximo de Upload (acima de 2GB), diminuição no consumo de memória em uma operação de POST (2 a 3 vezes menor), melhoria na sintaxe de funções variadic (funções que podem ter um número arbitrário de argumentos), adição de um debugger padrão (PHPDBG), melhorias na biblioteca Zip (incluindo novas funções), possibilidade de importação de funções em um namespace separado e muito mais.

O primeiro beta do PHP 5.6.0 traz como novidade suporte a conexões e consultas assíncronas em banco de dados PostgreSQL, uma nova função hash_compare, um novo método para a classe SplFileObject (fread), além de muitas correções.

A próxima versão beta esta prevista para o dia 24 de Abril.” [referência: ]

O artigo “Primeiro beta do PHP 5.6.0 é disponibilizado” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Montando sua máquina virtual para engenharia reversa em Linux

Enviado por Fernando Mercês (fernandoΘmentebinaria·com·br):

“Recentemente precisei analisar um binário ELF suspeito. Minha máquina virtual de análise estava desatualizada, então decidi criar uma nova e, ao configurar todas as ferramentas que utilizaria, percebi quanto trabalho estava tendo. Quando finalizei decidi compartilhar o processo e a máquina em si (disco virtual), na esperança de tornar o processo mais rápido para quem tiver necessidade similar. Boa leitura! :)” [referência: mentebinaria.com.br]

O artigo “Montando sua máquina virtual para engenharia reversa em Linux” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original

Desenvolvendo um kiosk interativo com Linux Embarcado

Enviado por Diego Sueiro (diego·sueiroΘembarcados·com·br):

“Esta é terceira e última parte do tutorial de como desenvolver uma Kiosk Interativo com Linux Embarcado para a Beaglebone Black usando o Yocto Project.” [referência: embarcados.com.br]

O artigo “Desenvolvendo um kiosk interativo com Linux Embarcado” foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Post Original